Skip to content

“A surpresa que está revelada” – Pastora Maria

jun 03 2018

pra_maria_030618

Culto ministrado pela pastora Maria Granado, em 03 de junho de 2018.

A surpresa que está revelada

Texto Base: (Mateus 25:1,13)

Introdução: Você já foi pego pelo elemento surpresa e ficou arrependido por não estar preparado? Como você se sentiu? Com remorso? Com arrependimento ou com raiva?

Nesta parábola, Jesus conta a história de dez virgens a espera do noivo, sendo cinco prudentes e cinco insensatas.

(O termo usado por virgens não deve ser visto literalmente. Todos os crentes são vistos como virgens diante de Deus, separados para agradar a Deus.)
Cada uma levava consigo uma lâmpada acesa. Porém, como o noivo demorou a chegar, as lâmpadas das cinco mulheres insensatas se apagaram pois não carregavam óleo suficiente para manterem a chama acesa. Essas cinco virgens, então, tiveram que sair para comprar mais óleo, mas quando voltaram, o noivo havia recebido as cinco virgens prudentes, deixando as outras cinco de fora.

O que entendo então:
Jesus estava assentado no Monte das Oliveiras, quando falou aos seus discípulos sobre os acontecimentos dos últimos dias e sobre a sua segunda vinda a este mundo. A parábola das Dez Virgens traz uma mensagem de alerta para despertar os crentes espiritualmente.

Os ouvintes de Jesus naquele momento estavam familiarizados com a tradição das candeias, de modo que puderam compreender perfeitamente o significado da parábola.

Vamos conhecer um pouco sobre noivado e casamento nos tempos de Jesus.

No antigo Israel a aliança de casamento fazia parte do direito civil e não havia documentos legais elaborados para definir os direitos do marido e da esposa.

A cerimônia de casamento consistia em trazer a noiva para casa do noivo, em procissão, com lâmpadas acesas durante á tarde ou noite, e havia muita alegria e celebração nas ruas, chegando á casa do noivo os convidados entravam e se fechava as portas aí sim dava-se inicio a cerimonia e era servido o banquete.

VEJAMOS

Lâmpada qual o significado na Bíblia?

(Pv 20 :27) “O Espírito do homem é a lâmpada para o Senhor.”

Essas lâmpadas que estavam com as virgens representam nosso Espírito recriado. O nosso Espírito é como uma lâmpada que foi acesa através de Jesus Cristo na Obra da cruz. O texto diz que cinco das virgens eram néscias. Podemos dizer que elas eram crentes, por alguns motivos:

A bíblia fala que elas eram todas virgens, isso nunca foi colocado em dúvida pois esta não é a questão principal desta parábola. A grande questão não é se as virgens eram falsas ou verdadeiras, mas se eram néscias ou prudentes. Se fossem falsas, o Senhor teria dito.

Pensa comigo, elas tinham luz em suas lâmpadas, certo? Isto significa que elas conheciam bem a Deus, tiveram seu Espírito recriado na conversão. Por outro lado, se essa lâmpada significa a Palavra quer dizer que elas tinham a Palavra, isso me leva a crer que elas tinham testemunho diante de Deus pois conheciam a palavra.

(Sl 119: 105) “Lâmpada para meus pés é a Tua Palavra e luz para os meus caminhos.”

Todas foram encontrar -se com o noivo. Se elas não fossem crentes, elas nunca poderiam ir se encontrar com o noivo, assim como o bandido não vai ao encontro com a polícia, lembra o ditado popular “No lugar que tem polícia malandro não passa, rio que tem piranha jacaré nada de costas”. O incrédulo não vai atrás de Cristo, é Cristo que toma a iniciativa de amor indo ao encontro com o homem perdido sem Deus.

O (V 6) diz: “Mas a meia noite ouviu-se um clamor: Ai vem o esposo, saí-lhe ao encontro.”

E todas ouviram o clamor, que significa que as cinco néscias eram crentes. As ovelhas reconhecem a Voz do seu Pastor.

Não está escrito que todas tinham azeite nas suas lâmpadas. O problema é que as néscias não tinham reserva de azeite. O azeite nas Escrituras simboliza O Espírito Santo.

Outra diferença: se o noivo não tivesse demorado as néscias teriam entrado pela porta. O diferencial então foi tempo. Queridos há muitos crentes que vão bem no início de sua jornada cristã, mas com o passar do tempo vão perecendo pelo caminho, vão se desviando.

Há outra coisa importante que é preciso considerar diante do Senhor: quando o noivo chegou, as loucas pediram azeite às prudentes, que disseram não, o que isso significa?

Significa que cada um de nós temos a medida da Unção que é individual.

Se as jovens néscias não fossem crentes, as prudentes nunca poderiam ter negado do Espírito Santo (azeite) para elas. Mas orientaram para que fossem depressa comprar!

Se as virgens néscias fossem descrentes, então as prudentes pecaram, porque não quiseram dar do que tinham as outras. E na parábola Jesus não as repreende por isso. E no (v 13) o Senhor Jesus nos manda vigiar, pois não sabemos o tempo nem a hora. Descrente não vigia, muito pelo contrario, vive sua vida regaladamente sem nenhuma preocupação com o futuro, falando “Espiritualmente”. Os verdadeiros crentes estão vigiando.

Entendemos então que as 10 virgens são crentes. Jesus então está dizendo que há na sua igreja os crentes prudentes e os néscios, certo? O prudente é aquele que edifica a sua vida sobre a rocha em segurança, que põem em prática a Palavra e por isso tem conteúdo espiritual. Pois aquele que está alinhado com a Palavra de Deus não pode ser abalado.

Qual foi então a insensatez que essas virgens cometeram?

Elas tinham apenas as lâmpadas acesas, provaram da salvação mas não se preocuparam em fazer reserva de azeite. Não se enchiam do Espírito Santo. O azeite é algo sobrando, é qualificação para reinar com o Senhor Jesus. O azeite é algo que temos que nos encher a cada dia, pois vai se acabando logo. Precisa ser cheio e renovado constantemente. Ex.: carro sem combustível não anda, e se não trocar o óleo, corrói.

Quem é cheio do Espírito Santo quer sempre agradar ao seu Senhor, é gente comprometida que não se cansa nem desanima pois sabe que o Reino dos Céus é conquistado por esforço e a salvação é pela Graça.

(Mt 11:12) “Desde os dias de João Batista até agora o Reino dos Céus é tomado pelo esforço, e os que se esforçam se apoderam dele.”

Em breve disponibilizaremos a gravação.

Pra. Maria Granado

Por Pra. Maria Granado

Pastora Líder e fundadora, com o amor de mãe, tem dedicado todos os seus dias na presença do Senhor, no cuidado para com os irmãos e na pregação da Palavra da Salvação.