Skip to content

“Minha mãe, meu exemplo!” – Pastor Wanderlei

maio 13 2018

pr_wanderlei_130518

Culto ministrado pelo pastor Wanderlei Pacheco, em 13 de maio de 2018.

Minha mãe, meu exemplo!

(Gálatas 6:7 ) Não se enganem: ninguém zomba de Deus. O que uma pessoa plantar, é isso mesmo que colherá. (NTLH)

Vejo neste dia as mães divididas entre duas correntes de pensamentos, onde um grupo acha que o dia das mães é uma data em que os filhos devem lembrar das mães, dando as mães presentes, carinho e outros mimos, e é isso que o comercio espera.
E outro grupo que diz que o dia das mães são todos os dias do ano, e que o correto seria os filhos lembrarem de suas mães todos os dias.
Porem hoje eu gostaria de sugerir as mães, uma maneira diferente de pensar neste dia, deixando de lado por um tempo se é correto ou não receber, mas parar para avaliar a qualidade daquilo que elas têm dado para os seus filhos.

No texto bíblico acima Deus apresenta duas verdades básicas da vida:
1- O que você plantar, isso você vai colher.
2- Ninguém pode esperar colher o que não plantou.
Essa verdade se aplica tanto para as coisas boas, como para as coisas ruins.

Sendo assim:
1- Se eu não quero eu não planto.
2- E aquilo que eu quero eu devo plantar.

Quero ressaltar que plantar vai muito além do que simplesmente ficar falando, plantar requer preparo e muito esforço (físico).

(Provérbios 22:6) Ensina a criança no caminho em que deve andar, e, ainda quando for velho, não se desviará dele.

Observe que neste texto não diz: “Ensina o caminho”, mas sim: “Ensina no caminho”
Ou seja, você deve andar junto o mesmo caminho que você quer que seus filhos andem.

(Deuteronômio 6:6) Estas palavras que, hoje, te ordeno estarão no teu coração; tu as inculcarás a teus filhos, e delas falarás assentado em tua casa, e andando pelo caminho, e ao deitar-te, e ao levantar-te.

Da mesma forma antes de ensinar, primeiro você precisa ter no seu coração.

Veja com muita atenção as instruções que Paulo deu a Tito para que ele pudesse ensinar sua igreja.

(Tito 2:7-8) Em tudo seja você mesmo um exemplo para eles, fazendo boas obras. Em seu ensino, mostre integridade e seriedade; use linguagem sadia, contra a qual nada se possa dizer, para que aqueles que se opõem a você fiquem envergonhados por não poderem falar mal de nós. (NVI)
(Tito 2:7-8) “Você mesmo deve ser, em tudo, um exemplo de boa conduta. Seja sincero e sério quando estiver ensinando. Use palavras certas, para que ninguém possa criticá-lo e para que os inimigos fiquem envergonhados por não terem nada de mal a dizer a nosso respeito.” (NTLH)
(Tito 2:7-8) “Torna-te, pessoalmente, padrão de boas obras. No ensino, mostra integridade, reverência, linguagem sadia e irrepreensível, para que o adversário seja envergonhado, não tendo indignidade nenhuma que dizer a nosso respeito.” (RA)
1- Em tudo e em todo tempo.
(Deuteronômio 4:9) Tão-somente guarda-te a ti mesmo e guarda bem a tua alma, que te não esqueças daquelas coisas que os teus olhos têm visto, e se não apartem do teu coração todos os dias da tua vida, e as farás saber a teus filhos e aos filhos de teus filhos.

2 – Ser um exemplo.
(Filipenses 4:9) Ponham em prática o que vocês receberam e aprenderam de mim, tanto com as minhas palavras como com as minhas ações. E o Deus que nos dá a paz estará com vocês.
(2 Timóteo 1:5) Lembro da sua fé sincera, a mesma fé que a sua avó Lóide e Eunice, a sua mãe, tinham. E tenho a certeza de que é a mesma fé que você tem.

3- Mostre integridade e seriedade.
(1 Pedro 5:3) Não procurem dominar os que foram entregues aos cuidados de vocês, mas sejam um exemplo para o rebanho.
(2 Coríntios 1:12) É disto que temos orgulho: a nossa consciência nos afirma que a nossa maneira de viver no mundo, e especialmente em relação a vocês, tem sido dirigida pela franqueza e sinceridade que Deus nos dá e também pelo poder da sua graça e não pela sabedoria humana.

Você deve espelhar a Cristo, para que a maneira como você vive, reflita a verdade do que você fala.

4 – Linguagem sadia.
(Efésios 5:4) Não usem palavras indecentes, nem digam coisas tolas ou sujas, pois isso não convém a vocês. Pelo contrário, digam palavras de gratidão a Deus.
(Efésios 4:29) Não digam palavras que fazem mal aos outros, mas usem apenas palavras boas, que ajudam os outros a crescer na fé e a conseguir o que necessitam, para que as coisas que vocês dizem façam bem aos que ouvem.

Certamente se a semente for boa a colheita será boa.

(Isaías 65:23) “Todo o seu trabalho dará certo, e os seus filhos não acabarão na desgraça; pois eles e os seus descendentes serão a raça que eu abençoarei para sempre.” (NTLH)
(Jeremias 31:16-17) “Pare de chorar e enxugue as suas lágrimas. Tudo o que você fez pelos seus filhos será recompensado; eles voltarão da terra do inimigo. Sou eu, o SENHOR, quem está falando.” “Há esperança para você no futuro; os seus filhos voltarão para casa. Sou eu, o SENHOR, quem está falando.” (NTLH)
(Deuteronômio 11:18-19) Gravem estas minhas palavras no coração e na mente; amarrem-nas como símbolos nas mãos e prendam-nas na testa. Ensinem-nas a seus filhos, conversando a respeito delas quando estiverem sentados em casa e quando estiverem andando pelo caminho, quando se deitarem e quando se levantarem. (NVI)
(Salmos 78:3-7) O que ouvimos e aprendemos, o que nos contaram nossos pais, não o encobriremos a seus filhos; contaremos à vindoura geração os louvores do SENHOR, e o seu poder, e as maravilhas que fez. Ele estabeleceu um testemunho em Jacó, e instituiu uma lei em Israel, e ordenou a nossos pais que os transmitissem a seus filhos, a fim de que a nova geração os conhecesse, filhos que ainda hão de nascer se levantassem e por sua vez os referissem aos seus descendentes; para que pusessem em Deus a sua confiança e não se esquecessem dos feitos de Deus, mas lhe observassem os mandamentos.

Em breve disponibilizaremos o áudio da pregação

Pr. Wanderlei Pacheco

Por Pr. Wanderlei Pacheco

Pastor oficial da Escola Bíblica e de cursos para casais tem sido muito usado por Deus para nos abençoar.