Skip to content

“O bom exemplo” – Pastora Maria

nov 03 2019

pr-maria-231119

Culto ministrado pela pastora Maria Granado, em 03 de novembro de 2019.

O bom exemplo

Texto Base: (Lucas 23:32,33)

“Então Jesus chegou perto deles e disse: Deus me deu todo poder no céu e na terra.”

Introdução:

Jesus não foi crucificado sozinho. Dois ladrões ocuparam cruzes uma de cada lado dele, veja o que diz (Mc 15:28) Assim se cumpriu o que as Escrituras Sagradas dizem: “ELE foi tratado como se fosse um criminoso”

No começo dos acontecimentos os dois ladrões zombavam de Jesus como os outros (Marcos 15:29-32).

Mas um deles mudou de opinião. (Lucas 23: 39,43)
Apesar da história criminosa deste homem, ele se tornou um bom exemplo. “Ele se arrependeu”.

Curiosidade (Morte de cruz era uma punição da lei Romana para grandes criminosos)

Ele então, reconhecendo que era merecedor do castigo mudou suas atitudes. Foi o que aquele homem fez e começou a defender o Senhor.
Essa atitude me faz entender que muitas vezes é difícil mudar, é admitir que erramos. É mais fácil esconder os nossos erros e se deixar ser levado pela maré. Este homem mudou de direção e começou a nadar contra a corrente.

Pela sua atitude este homem se libertou de um castigo pior!

Jesus diz em Mt 10:28, “Não temais os que matam o corpo e não podem matar a alma; temei, antes, aquele que pode fazer perecer no inferno tanto a alma como o corpo”. A ira divina não é satisfeita totalmente por sofrimentos que experimentamos nesta vida. O castigo eterno será bem pior do que qualquer dor física na terra (Hebreus 10:26-31).

Vamos ver quatro atitudes que mudou a historia desse homem!

1 ELE CONFESSOU SUA CULPA
Ele admitiu que o sofrimento dele e do seu companheiro foi justo.
Vivemos numa época que gosta de transferir a culpa. As pessoas são artistas na fuga da responsabilidade por suas ações, culpando seus pais, seus amigos, sua natureza ou sua má sorte.
Precisamos erguer a cabeça e encarar nossos pecados e suas consequências. Precisamos dizer, “pequei”, sem acrescentar desculpas. Sempre que cometo um erro, a culpa é minha (1 Coríntios 10:13).

2 ELE PASSOU A DEFENDER JESUS
Ele proclamou a inocência de Jesus. Certamente este ladrão já sabia algo sobre ele anteriormente, talvez o tivesse ouvido pregar ou mesmo tivesse-o conhecido pessoalmente. Ele reconheceu o escárnio como injusto e reprovou o outro ladrão. Muitos naquele tempo não estavam dispostos a se expor à rejeição por defender o Senhor (João 12:42-43). Estou envergonhado de proclamar minha fidelidade a Cristo?

3 ELE CREU NA REALEZA DE JESUS
Porque pediu-lhe que se lembrasse dele quando se tornasse rei. Que admirável foi ele ter reconhecido que Jesus seria exaltado justamente no momento de sua maior humilhação. Havia muitos que o tinham visto ressuscitar os mortos e não creram; este homem viu Jesus sendo morto e creu.

4 ELE CLAMOU POR MISERICÓRDIA A JESUS
Muitas vezes temos dificuldade em nos expor e pedir socorro, porque não gostamos de nos humilhar e de admitir que precisamos de ajuda.
Muitos, mesmo em circunstâncias desesperadoras, como o outro ladrão, continuam a manifestar sua bravura proclamando orgulhosamente sua autossuficiência.

Jesus exaltará somente aqueles que se humilham e pedem sua ajuda
Este homem que era terrível, muitos o denominam como o bom ladrão,

Para mim ladrão é ladrão e é do mal, era coisa ruim.

O que muda esta situação é o amor de Deus para com alguém que era (como ele próprio declarou, merecedor daquele castigo e pior seu destino era o inferno.)

Eu creio que à medida que foi vendo todos os acontecimentos, seu coração se arrependeu e ele reconheceu Jesus como quem pudesse lhe dar algo bom.

Ele ousou pedir estar com Ele no Seu paraíso.

Queridos este homem mudou a história de sua vida quando não podia mais vive-la, sofreu até o fim o castigo pelos seus erros, quebraram suas pernas como a do outro, muitas vezes o sofrimento durava até uma semana.

A bíblia não fala mais nada a respeito dele, se ele teve uma morte rápida ou não, não importa, pois ele ganhou o mais importante perdão de seus pecados e a salvação. “Ainda hoje estarás comigo no paraíso,”

CONCLUSÃO
Qual o resumo desta PALAVRA (Ezequiel 18: 23, 32)

COMUNIDADE CAMINHO DA PAZ

Pra. Maria Granado

Para ouvir a gravação do culto, clique em play, no player abaixo!

Pra. Maria Granado

Por Pra. Maria Granado

Pastora Líder e fundadora, com o amor de mãe, tem dedicado todos os seus dias na presença do Senhor, no cuidado para com os irmãos e na pregação da Palavra da Salvação.